• Maria da Hora

A harmonização com vinho é fascinante, e com cerveja, também daria certo?


Harmonização: Cerveja x Vinho

Para harmonizar comida com bebida o certo é usar vinho ou cerveja?


Essa é uma dúvida bem frequente, porém, não existe o certo ou errado, a diferença é que, o vinho sempre será limitado devido sua acidez e isso deixa alguns alimentos com os sabores distorcidos ao contrário da cerveja que tem um elo com todos os tipos de comida.


Feijoada, pimenta, ovo, fruta cítrica, chocolate e sorvete são alimentos básicos que causam uma certa dificuldade na hora de harmonizar com o vinho. Com a cerveja é diferente, devido sua afinidade com os alimentos, e isso gera a facilidade de unir a comida com a bebida.


Entenda como Harmonizar com Cerveja


A harmonização com cerveja é feita por três diretrizes, semelhança, equilíbrio e contraste.


Semelhança: Elemento comum entre a cerveja e o alimento. Exemplo: Cervejas escuras com malte caramelo é uma ótima combinação com carnes grelhadas devido a caramelização da proteína com a do malte.


Equilíbrio: A intensidade da cerveja precisa estar em equilíbrio com a do alimento, porém se for um prato, precisamos analisar todos os ingredientes para não deixar um sobressair ao outro. Exemplo: Witbier com sashimi de salmão marinado no suco de laranja, são dois ingredientes que se equilibram com a leveza do prato e o cítrico da cerveja.


Contraste: Esse tipo de harmonização tende a ser bem interessante, porque alguns elementos da cerveja trazem sabores e sensações que se contrapõem com elementos do alimento e vice versa. Exemplo: German Pilsner com chilli mexicano apimentado, o prato vai aquecer e a cerveja refrescar.


Seja qual for a harmonização, com cerveja ou vinho, a moderação e o equilíbrio são a chave para uma boa apreciação.

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014