Antiga fábrica da CCU em Limache será restaurada e transformada em Museu da Cerveja

Com o objetivo de resgatar a tradição da cerveja no Chile, a CCU (Compañia Cervecerias Unidas) apresentou à Câmara Municipal de Limache um ambicioso projeto de conversão do prédio histórico da Cervejaria Limache, centro de produção fundado em 1883 pelo imigrante alemão Carlos Hoffmann.


A iniciativa prevê a restauração do emblemático edifício principal, a última fábrica do Chile que permanece em seu estado original, para instalar ali um museu aberto a comunidade, além de um espaço para encontro nos jardins adjacentes, onde você pode reviver e compartilhar experiências ao redor da cerveja e sua ligação com Limache.


“O plano "Reconversão Cervecería CCU Limache" é uma contribuição para a preservação de nossas tradições e de nossa história. É uma forma de homenagear a memória daqueles que por muitos anos trabalharam e viveram em torno deste símbolo de Limache, promovendo o turismo e contribuindo para o crescimento da cidade”, afirmou Felipe Wielandt, gerente do projeto CCU Limache.



Por sua vez, o prefeito de Limache, Daniel Morales, destacou não só o desenvolvimento do patrimônio que será valorizado pelo projeto, mas também a experiência cervejeira única na região de Valparaíso.


“Hoje é um dia histórico para Limache porque depois de muitos anos de esforços, viagens a Santiago, reuniões com a gestão, gerando um processo de conscientização, a comunidade e o município foram ouvidos por esta empresa que durante anos prestou serviços à nossa comunidade e empregou muitas pessoas. Recuperar hoje este edifício do ponto de vista patrimonial gera um horizonte de atividades, desenvolvimento e potencialidades que só um edifício com estas características e com este valor patrimonial pode desenvolver ”.


Edifício CCU em Limache



A Cervejaria Limache faz parte da origem da CCU e da indústria cervejeira nacional. Dedicada à destilação de licores, à fabricação de bebidas destiladas e cervejas, teve um grande boom em 1889, quando se fundiu com a antiga cervejaria Joaquín Plagemann, dando origem à “Fábrica Nacional de Cerveja e Gelo”, empresa que posteriormente se incorporou à Cervecería de Gubler e Cousiño, formando a conhecida Compañía Cervecerías Unidas, em 1902.


Por muitos anos, a Limache foi centro de operações da CCU e conquistou fama pela qualidade de seus produtos. Um lugar de grandes inovações e avanços tecnológicos, como as primeiras máquinas para tampar garrafas, para citar um exemplo.


Seu prédio tornou-se um símbolo da cidade, muitas gerações e famílias trabalharam nessas instalações. No início do século 20, contava com seiscentos trabalhadores no total. A fábrica fechou em 1993 e as operações mudaram-se para Quilicura, e continua a ser uma instalação da CCU até hoje.

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014