Cerveja Adriática volta a ser produzida

Atualizado: Mai 12

A Ambev relança mais um rótulo na categoria de ‘super premium’: a cerveja Adriática. Uma cerveja puro malte que faz homenagem a cervejaria que deu origem a cerveja Original. O lançamento aconteceu no Boteco Original, na cidade de Ponta Grossa, Paraná. A cerveja foi produzida na nova fábrica e usa a receita da cerveja no início do século 20 e que circulou até 1945.

“A cerveja Adriática tem 4,9% de teor alcoólico e com o IBU girando entre 10 e 12. Tem uma coloração dourada brilhante, puxando para uma tonalidade mais acobreada. Tem uma espuma com ótima formação e persistência. No aroma, um dulçor do extrato de malte presente, somado com um herbal. No paladar, o amargor é equilibrado e leve, mas não remanescente. Na minha avaliação, uma cerveja com muito mais identidade e corpo que uma Original, mas que não conta com tanto amargor quanto uma Serramalte” avalia o Sommelier de Cervejas Leonardo Filomeno para o site MHM



A distribuição da cerveja Adriática será feita em Curitiba, Ponta Grossa, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto e São Paulo. O preço sugerido é de R$ 9. A história da cervejaria Adriática, que deu origem a cerveja Original.

História da cerveja Original

Em 1906 Henrique Thielen, recém-chegado da Alemanha, fundou a Cervejaria Adriática, em Ponta Grossa, atualmente no local fica o ‘Shopping Antartica’. Os equipamentos utilizados na produção vieram do país de origem de seu fundador, os primeiros rótulos foram: Operária, Primor, Brilhante e Cachorrinha. A cerveja Original começou a ser produzida apenas em 1928. Em 1945, a família Thielen vendeu a Cervejaria Adriatica para a Cia. Antarctica Paulista. O rótulo ainda mantém alguns elementos originais – o fundo amarelo, a tipologia e o losango azul com a inscrição “pilsen”.

Linha do tempo da Cervejaria Adriática:

  1. 1893 – Cervejaria Grossel abre uma filial em Ponta Grossa.

  2. 1896 – Henrique Thielen passa a dirigir a fábrica, tornando-se futuramente sócio e proprietário.

  3. 1906 – Henrique Thielen altera o nome para Fábrica Adriática de Cervejas de Henrique Thielen.

  4. 1910 – O proprietário traz da Alemanha novos equipamentos de alta capacidade para atender às necessidades do crescimento do mercado.

  5. 1911 – A Fábrica Adriática passa a produzir cerveja com baixa fermentação.

  6. 1919 – A Companhia Cervejaria Adriática S/A foi construída.

  7. 1922 – Henrique Thielen é nomeado Coronel da Guarda Nacional pelo Governo Federal, é escolhido como Presidente de Honra do Centro Commercio e Indústria de Ponta Grossa e se torna um dos pioneiros do processo de industrialização em Ponta Grossa, contribuindo para o desenvolvimento econômico da cidade.

  8. 1923 – Cervejaria Adriática recebe a medalha de ouro na Exposição Internacional do Centenário da Independência, segundo publicou o Diário Oficial da União.

  9. 1931 – A Cervejaria Adriática registra as cervejas Original e Paranista.

  10. 1941 – A Companhia Cervejaria Adriática passa a ser controlada pela Cervejaria Antarctica.

  11. 1943 – O processo de incorporação à Cervejaria Antarctica se completa.

  12. 1992 – A unidade de Ponta Grossa deixa de operar.

  13. 2015 – A unidade de Ponta Grossa é reativada para a produção da Cerveja Adriática lançada no mesmo ano pela AMBEV.

Fontes: MHM e Maria Cevada

#cervejaOriginal #cervejaOperária #cervejaPrimor #CervejaAdriática #CiaAntarctica #cervejaCachorrinha #HenriqueThielen

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014