Cerveja em lata poderá faltar nos supermercados de Passo Fundo-RS no final do ano


Provavelmente você já reparou em suas idas ao supermercado que houve um aumento no preço de algumas bebidas. As pessoas estão mais em casa, e assim deverá ser até a vacina chegar, o que pode impactar nas vendas de final de ano.


Falando sobre o assunto, o diretor da Disfonte, distribuidora AmBev em Passo Fundo -RS, Marco Zandona, esclareceu que a mais de um ano não há aumento no preço do produto. O consumo de bebidas especialmente da cerveja caiu durante início do isolamento social, contudo, contou que a partir de junho houve aumento no consumo.


O mês de agosto tem sido um dos melhores meses, em comparação com o ano passado. Zandona explicou que antes da pandemia cerca de 75% dos produtos eram vendidos a supermercado e 25% eram em bares, hoje o consumo dos supermercados chega a 95%. Isso se dá pelo fato que os bares estão fechados e as pessoas estão bebendo em casa.


Zandona alertou que no final do ano é possível que falte de cerveja em lata. De acordo com o diretor, antes da pandemia 60% do volume de cervejas vendidas eram em lata e 40% em garrafas retornáveis. Durante a pandemia o consumo de cerveja em lata foi a 90% e para 10% retornável. Explicou que a cadeia produtiva de alumínio e embalagem não conseguirá suprir a demanda até o final do ano, por isso a tendência é que no final do ano a cerveja em lata possa faltar nas gôndolas dos supermercados.


Para ouvir a entrevista com o diretor da distribuidora na Rádio Uirapuru, basta clicar neste link

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014