Guinness manda recolher nova cerveja sem álcool devido a contaminação

A Guinness, fabricante da famosa cerveja irlandesa, emitiu um comunicado informando que decidiu recolher as embalagens metálicas da nova cerveja sem álcool da famosa stout irlandesa – distribuídas recentemente no circuito de retalho no Reino Unido – , devido a suspeitas de contaminação.


A retirada do produto do mercado britânico – o novo rótulo ainda não foi distribuído no mercado irlandês – é descrita como medida “preventiva” e relacionada com uma “contaminação microbiológica.”


A companhia cervejeira de Dublin, controlada pela internacional Diageo, afirmou que o problema detectado na nova bebida não afeta outras variantes e marcas da Guinness, mas adverte os consumidores que já tenham adquirido o novo produto para não o consumirem, reporta o Insurance Journal. A nova cerveja sem álcool foi lançada em outubro, depois de um processo de desenvolvimento que se prolongou por quatro anos, visando dar resposta à procura crescente por cervejas sem álcool e de baixo valor calórico.


A Guinness 0.0, que junta os mesmos ingredientes utilizados na produção das demais cervejas da marca, cumpre também processo semelhante na fase inicial de maturação. Diferencia-se das restantes porque, em determinada fase do processo de produção, é sujeita um processo de filtragem a frio destinado a reduzir-lhe o teor de álcool.


Antes do seu lançamento, os críticos e especialistas do ramo que provaram a especialidade, disseram que a “Guinness zero-zero” excede as expectativas.


©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014