Na Venezuela: Cervejaria Polar poderá deixar de fabricar cerveja por falta de malte

A Cervejaria Polar (não é a mesma cervejaria que temos no Rio Grande do Sul), pertencente ao maior grupo empresarial da Venezuela e principal fabricante de cervejas do país, anunciou que só tem “malte para produzir cerveja até 29 de abril”, devido à falta de pagamento aos seus fornecedores causada pelo controle estatal do câmbio.

“Seremos obrigados a suspender a produção de cerveja até termos acesso às divisas necessárias para adquirir a matéria-prima”, comunicou a Polar, de acordo com a AFP.

A medida afetará negativamente pelo menos 10 mil empregados diretos e mais de 300 mil postos de trabalho indiretos (franqueados, transportadores e fornecedores).

“Será preciso beber muito menos (…). Em ocasiões especiais, aniversários, batizados. Se antes você bebia 6, agora serão 3”, declarou à AFP Jorge Díaz, um comerciante de 33 anos.

Sobre a Cervejaria Polar S.A.

Empresas Polar S.A. é o nome da maior corporação de bebidas e alimentos da Venezuela, contendo um portfólio de marcas líderes e preferidas pelos consumidores do país. Em meados de 2008 já contava com cerca de 29 mil trabalhadores diretos e cerca de 180 mil empregos indiretos.

  1. Cervecería Polar encarregada das marcas de cervejas no qual também concentra a linha de vinhos das Adegas Pomar, maltes e outras bebidas alcoólicas como o Caroreña.

  2. Alimentos Polar A maior indústria de alimentos do país, também distribui produtos de limpeza como As Chaves, Gelados EFE e alimentos congelados, entre outros.

  3. Pepsi-Bicha Venezuela agrupa todo o segmento de bebidas refrescantes carbonatadas e não carbonatadas, como Pepsi, Sabores Golden, 7up, Yukery, marca líder de sucos; Lipton Ice Tea, Tea; Ad-rush, bebida energética; Minalba, água mineral, entre outros.

Fonte: G1

#Cerveja #CervejariaPolar #EmpresasPolarSA #Venezuela

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014