O que faz um sommelier de cerveja?

Essa profissão que está em ascensão ainda desperta muitas dúvidas sobre sua função. Entenda aqui o que faz um sommelier de cerveja e como se tornar um.


Por volta do século XV surgiu o cargo de sommelier, o qual era responsável por provar as comidas e bebidas da nobreza para prevenir um possível envenenamento. Hoje a atividade de provar se tornou algo sério, estudado e muito importante para o mercado cervejeiro. Mas as atribuições de um sommelier de cerveja vão muito além de experimentar cervejas.


O sommelier pode atuar em bares, restaurantes e cervejarias. Pode ser responsável pelo controle de estoque e qualidade, elaborar cartas de cervejas, organizar e guiar degustações e harmonizações, realizar treinamento de equipe de serviço e vendas, julgar cervejas em concursos, auxiliar na criação de receitas, fazer curadoria de cervejas, consultoria voltada para cerveja e mais algumas atividades cervejeiras que nem sempre vem acompanhadas de glamour.


Para se tornar um sommelier é preciso muito estudo, é necessário entender sobre os ingredientes, história, processos de produção, mercado e estilos de cerveja. Se você almeja essa profissão, não se anime somente com as degustações, é preciso estudar todos os aspectos da cerveja.


Com estudo e muito treinamento, o sommelier é capacitado para avaliar a cerveja sensorialmente, os aromas e sabores da bebida podem indicar muito sobre os processos, e o sommelier utiliza sua habilidade para identificar possíveis defeitos, dando um parecer de como é possível consertar.


O direcionamento de estudo nos faz ter uma nova perspectiva sobre cheiros, cores e sabores. Depois que iniciei o curso passei a cheirar as frutas do hortifruti, experimentar e experimentar mais temperos, enfiar o nariz em todos os potes de especiarias e me permiti assimilar mais experiências para criar uma forma de catálogo sensorial, que deve ser sua manutenção regular.


Essa nova perspectiva nos faz buscar a imparcialidade e deixar as preferências de lado. Depois que me tornei sommelier deixei de ter uma cerveja preferida, estou em constante mudança, cada hora eu me apaixono por uma diferente. O mais divertido disso tudo é que para criar sua biblioteca sensorial é necessário aumentar a carga de horas/copo, mas essa tarefa não é lazer, é pensar sobre a bebida, encontrar e avaliar os atributos da cerveja.


Eu costumo dizer que as vezes gostaria de desligar o modo sommelier e só curtir uma cervejinha, porque é muito comum que eu esteja num momento de lazer e tô ali analisando a cerveja: "tá dentro da cor? Esses aromas frutados estão fora do estilo. A percepção de álcool está muito alta. Uhhm, o diacetil está dando um tapa na cara". O pensar sobre a cerveja, entender o que ela é e o que está entregando pode fazer com que você se torne o chato do rolê. Já ouvi de amigos: "só bebe vai, aproveita."


Antes de buscar um curso para se tornar sommelier, estude os estilos de cerveja, entenda sobre os ingredientes e como eles podem influenciar nos atributos da bebida final e ainda se tiver a oportunidade de fazer uma cerveja, faça! Agrega muito para entender como a cerveja se comporta. Os cursos são intensos, com muita informação e sensações para serem assimiladas, em algumas instituições você chega a experimentar quase 100 rótulos de cerveja diferentes.


No Brasil temos algumas instituições que capacitam sommeliers, saiba as principais:


1 - Escola Superior de Cerveja e Malte - ESCM

Foi onde cursei e tenho um carinho muito especial por tudo que a Escola me proporcionou. Foi uma verdadeira imersão no mundo da cerveja. Fiz a modalidade intensiva, foram 15 dias de estudos, respirava cerveja dia e noite e criei amizades que trouxe pra vida.

Se você tem a possibilidade de tirar esse tempo para estudar, eu recomendo a experiência. A Escola fica em Blumenau, capital da cerveja, então você pode estudar e ainda conhecer bares e restaurantes que mantém a cultura cervejeira muito forte e aumentar sua biblioteca sensorial (e social) enquanto estuda.


A ESCM, tem convênio com a Doemens Akademie, da Alemanha, assim você tem dupla certificação, e que é reconhecida internacionalmente.

Para entender melhor a ementa, estrutura e valores, dá uma olhada aqui:

https://pages.cervejaemalte.com.br/page_sommelier_concentrado?slug=sommelier-de-cervejas


2 - Instituto da Cerveja Brasil - ICB

Com presença nas principais capitais do país, o ICB também oferece diversos cursos relacionados à cerveja. O curso de sommelier sempre tem turma nova e geralmente tem aulas nos finais de semana, é uma opção mais realista pra quem não consegue tirar os 15 dias para o concentrado.


Hoje estou cursando no ICB o Mestre em Estilos, que é uma especialização para sommelier e o Avançado em Tecnologia Cervejeira, que capacita o aluno para trabalhar em cervejaria e tem convênio com a Universidade de Weihenstephan, renomada instituição no estudo de cerveja.


Saiba mais sobre as turmas com inscrições abertas aqui:

https://www.institutodacerveja.com.br/cursos/c100/curso-profissional-de-sommelier-de-cervejas


3 - Science of Beer

Conhecida por estar inserida no meio acadêmico, a instituição tem presença internacional e oferece turmas em diversas cidades do Brasil. Além disso, é orgulhosamente uma empresa de mulheres, que tem grande força no movimento feminista e igualitário.

Atua em duas modalidades, o intensivo com 8 dias consecutivos e o convencional, com 4 encontros nos finais de semana.

Ainda não tive a oportunidade de realizar um curso aqui, mas como eu nunca paro de estudar cerveja, acredito que não vai faltar oportunidade.


Conheça as turmas abertas aqui:

https://www.scienceofbeer.com.br/br/curso/sommelier-de-cerveja

Agora você já sabe o que fazer para se tornar um sommelier, se quiser tirar qualquer dúvida sobre estudo, livros, cervejas ou cursos, entra em contato comigo. Pode ser pelo insta @aline.sommelier.



©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014