Polícia confirma 2ª morte por suspeita de intoxicação após consumo de cerveja em MG

A Polícia Civil de Minas Gerais confirmou nesta quarta-feira, 15, a segunda morte por suspeita de intoxicação com dietilenoglicol, encontrado na cerveja Belorizontina, da fábrica mineira Backer. A vítima, do sexo masculino, estava internada em um hospital particular de Belo Horizonte. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para necropsia.

A primeira morte confirmada foi a de um morador de Ubá, na Zona da Mata, no dia 7 de janeiro. A vítima tinha 55 anos e morreu em Juiz de Fora, também na Zona da Mata.

Uma terceira morte por causa da intoxicação ainda não foi confirmada, uma senhora de 60 anos de Pompéu, na Região Central de Minas Gerais. Todos foram diagnosticados com problemas neurológicos e insuficiência renal grave.

O balanço mais recente da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado nesta terça-feira, 14, apontava 17 casos suspeitos de intoxicação, sendo 16 homens e uma mulher. Os diagnósticos são para 12 moradores de Belo Horizonte; os restantes são de Ubá, Viçosa, São Lourenço, Nova Lima e São João Del Rei.

Cerveja Backer Belorizontina (Imagem: Reprodução)


#BackerBelorizontina #BeloHorizonteMG #MAPA #MinasGerais

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014