Shout Brasil faz homenagem aos homebrewers em suas camisetas

No início do século XX movimentos moralistas culminaram com 18ª emenda da Constituição Americana, onde houve a proibição da fabricação, venda, importação e consumo de bebidas alcoólicas. Ficou conhecida como Noble Experiment, ou Lei Seca. Foi um movimento baseado nas teorias de Benjamim Rusch, um médico que em 1784, apresentou os malefícios do consumo do álcool, isto fez criar diversos movimentos para banir o consumo de bebidas.

Considerada um dos maiores fracassos legislativos da história, o resultado foi exatamente o oposto ao esperado, houve aumento da criminalidade, consumo de bebidas sem controle e criação de um sistema de criminosos, organizado e lucrativo que se denominou, Máfia. A mesma máfia que veio com os imigrantes italianos, encontrou terreno fértil para prosperar com a nova lei e se ramificou em diversos setores, como a exploração de Cassinos de Las Vegas, cidade fundada pelos próprios mafiosos. Um grande mafioso que ganhou a vida devido ao contrabando de bebidas ilegais foi Al Capone, que enriqueceu com bebidas ilegais e contrabando de armas. Apesar de seu iminente e visível fracasso, a lei só foi revogada em 1933 a pedido do Presidente Franklin Delano Roosevelt.

A quem defenda a lei, pois os americanos passaram a beber menos após essa medida. Mas este fato se deu devido ao fato da cerveja e do vinho serem fabricados em menor quantidade por conta da dificuldade de acesso aos insumos e por terem que ser consumidos em maior escala para chegar ao nível de “felicidade” desejado.

Os destilados foram as bebidas mais consumidas, nessa época os bares clandestinos do subsolo desenvolveram seus drinques com maior concentração de outros ingredientes para mascarar a presença de álcool, desta forma os americanos passaram a beber menos e pior, pois a graduação alcoólica aumentou. Muitos idolatram tal época, “Nós tendemos a romancear homens como Al Capone e seus contemporâneos, mas eles eram tão violentos quanto os traficantes de drogas de hoje”, afirma a jornalista inglesa Lauren Carter, autora de Os Gangsteres mais Perversos da História.

A camiseta Tasting foi desenvolvida com base neste capítulo da história americana, onde os americanos voltaram a produzir suas cervejas de forma clandestina, mas não deixaram o espírito artesanal cair no esquecimento.

Está é a homenagem da Shout Brasil aos homebrewers que ao enfrentar dificuldades conseguiram manter a cultura cervejeira em suas casas testando novos insumos e processos para suprir a deficiência de matéria-prima.

#AlCapone #Homebrewer #ShoutBrasil

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014