• Maria da Hora

Sustentabilidade no setor cervejeiro

No Brasil temos e celebramos a Semana Nacional do Meio Ambiente que, foi instituída pelo Decreto nº 86.028, de 27 de maio de 1981, esse Decreto foi criado para complementar o dia Mundial do Meio Ambiente e assim reforçar a discussão de assuntos referentes à preservação do patrimônio natural do país.


É responsabilidade de todos (pessoas, governos e empresas de qualquer segmento) lutarem por um futuro ecológico e temos a obrigação de preservá-lo. Empresas com atitudes sustentáveis passam, inclusive, a serem mais bem vistas pelo público consumidor e no setor cervejeiro não poderia ser diferente, afinal a sustentabilidade já é realidade nas cervejarias do Brasil e do mundo.


Sabemos que no momento, nem todas as cervejarias são capazes de realizar mudanças imediatas, mas há uma série de pequenas ações, que são possíveis de serem adotadas para melhorarem a questão da sustentabilidade - a dica para começar a ser sustentável é programar iniciativas básicas antes de fazer a transição completa.


Exemplos de atitudes sustentáveis


No Brasil - a proposta de sustentabilidade e inovação uniu duas empresas curitibanas (Whatafuck Hamburgueria e Öus Brasil) e assim criaram um tênis especial que, em sua composição há resíduos de bagaço de malte, ou seja, coletado após a produção da cerveja. A ideia e o produto foram tão bem desenvolvidos que, na categoria "Design para Empreendimentos de Médio e Grande Porte" recebeu o prêmio em primeiro lugar;


Algumas cervejarias trabalham de maneira sustentável, como por exemplo, a Cervejaria Edelbrau, localizada na cidade de Nova Petrópolis/RS que, é uma referência do país pelas ações sustentáveis - eles utilizam energia solar, caldeira com lenha de reflorestamento e cisternas para captação de água da chuva. A cervejaria Colorado, da cidade de Ribeirão Preto/SP também adotou medidas de sustentabilidade com a Toca do Urso, um projeto desenvolvido pela agência de arquitetura SuperLimão Studio para reduzir a temperatura do ambiente, o espaço simula uma caverna e o diferencial desse projeto é a utilização de diversas técnicas vernaculares e passivas para se criar um microclima agradável em uma região extremamente quente e pouco ventilada, sem enclausurar o ambiente e sem depender de técnicas ativas de condicionamento e assim reduziram 15ºC com ventilação natural, árvores e pedras, para saber mais acesse o site Ciclo Vivo.



Cervejaria Colorado (Toca do Urso) em Ribeirão Preto/SP

No mundo - uma cervejaria de Colorado/EUA notou o excesso de resíduos que estavam gerando e adotou atitudes bem simples como, a implementação de caixotes de reciclagem no local para funcionários e membros da comunidade, assim depositam suas reciclagens a vontade e no Brasil temos algo parecido com a Goose Island, que fica localizada no bairro Alto Pinheiros na cidade de São Paulo/SP, fizeram uma parceria com a startup Green Mining e instalaram um sistema para coleta de garrafas vazias e assim fazem o descarte corretamente.

Há também o exemplo de uma cervejaria no Alasca que, implementou um sistema de recuperação de CO2 e isso permite capturá-lo no processo de produção da cerveja e usá-lo para engarrafar a mesma, algumas cervejarias brasileira já utilizam esse método.


Latas x Sustentabilidade


E as latas, contribuem com o meio ambiente?

A resposta é sim, uma vez que, o Brasil vem se tornando o país com maior número de reciclagem de alumínio, as cervejarias têm optado por utilizá-las por serem opções inovadoras, sustentáveis, convenientes, versáteis, fáceis de transportar e ainda preservam a qualidade do produto, conforme explico na matéria "Garrafa marrom, ela é importante para a cerveja?" uma vez descartada de forma correta elas podem retornar aos estabelecimentos em até 60 dias.


Atitudes como essas podem parecer pequenas, mas ajudam a melhorar e muito o futuro do meio ambiente.

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014