Vocalista do Raça Negra fala de não poder tomar cerveja durante live



Uma das lives mais aguardadas da semana ocorreu nesta terça-feira, dia 21, quando a banda Raça Negra, representada pelo vocalista Luiz Carlos, fez a apresentação do seu repertório de mais de três décadas de carreira. Em meio à transmissão, o artista demonstrou sua insatisfação envolvendo a proibição dos cantores de beber cerveja.


Marcada para iniciar às 17h30, em menos de 20 minutos a transmissão, realizada da residência de Luiz Carlos, já contava com a participação de mais de um milhão de espectadores. Entre um som e outro, o cantor dizia acerca dos perigos do novo coronavírus, da importância de ajudar o próximo e fazia ações comerciais. Algumas empresas chegaram a patrocinar a live. “Estamos passando por um problema, mas vamos passar tranquilamente”, afirmou o vocalista da banda entre uma canção e outra. Ele declarou que iria tentar realizar o máximo a fim de ajudar as pessoas que estão em estado de necessidade.


Parabenizações ao cantor Também foram apresentados vídeos de cantores, jogadores de futebol e artistas, que davam os parabéns para a banda e solicitavam músicas. Pinha Presidente, ex-exaltasamba, Wesley Safadão, Leonardo, os jogadores Neymar e Robinho, a atriz Juliana Paes e o apresentador Celso Portiolli foram algumas das pessoas que enviaram vídeos. Consumo de cerveja durante a live No meio dos patrocinadores da live do Raça Negra se encontrava a cervejeira Ambev, que chegou a pôr uma geladeira repleta de latinhas no cenário. Luiz Carlos reclamou de não poder beber a cerveja durante a transmissão e ainda alfinetou o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar). Ele afirmou que havia alguns amigos seus realizando o bem, porém “tem muita gente que não gosta que a gente faça o bem”, fez a queixa. “O Conar em vez de ajudar…”, escapou. Na semana passada o órgão advertiu o cantor Gusttavo Lima por ter consumido bebida alcoólica em sua live.


Num determinado momento, Luiz Carlos afirmou que a live poderia ter ido para o ar depois da cerveja receber a sua liberação. “Porque vocês (produção) não esperaram entrar com uma liminar para a gente poder beber”, afirmou o cantor, enfatizando que é necessário beber com moderação.

©2020 por Cerveja em Foco. Desde 2014